Vampirismo energético


Vampirismo energético

Todo ano é a mesma coisa. Você sai da reunião de família exausta e com uma tremenda dor de cabeça, com uma vaga sensação de que aquela sua prima invejosa não tirava os olhos de você. Todas as vezes em que seu chefe tem um ataque de mau humor, você vai para casa sentindo o corpo moído, sentindo o peso do dia, embora o trabalho não tenha sido tão puxado assim.

Sempre que um colega de trabalho chega carregando uma nuvem negra sobre a cabeça, todos em volta ficam de alguma forma incomodados com isso e sentindo o baixo astral.

Você entra em uma sala, percebe que o ambiente está pesado e dali a pouco começa a bocejar sem parar, sente um peso nos olhos e um cansaço enorme.

Certamente todos nós já tivemos experiências deste tipo. É como se nossa energia vital tivesse sido sugada e a sensação física é de exaustão, às vezes acompanhada de dor de cabeça, peso nos olhos e de um bocejar insistente.

Por que isso acontece?

A energia vital que circula por nosso corpo físico e nossos corpos sutis forma um escudo energético à nossa volta denominado de AURA. Quando estamos bem física e emocionalmente, este escudo fica intacto e nos protege de energias densas e negativas. Por outro lado, quando uma pessoa sente raiva, inveja, mau humor, carrega uma nuvem negra consigo ou tem pensamentos negativos, sua aura fica mais escura e mais densa, projetando à sua volta uma energia desagradável de ser percebida pelos que a cercam. Esta pessoa vibra num baixo nível de energia e, consequentemente, cria-se um "déficit" energético, então, ela começa a sugar a energia dos outros. É o vampirismo energético.

Se estivermos equilibrados e em harmonia, conseguimos perceber esta "manobra energética" e reagir, fechando nosso campo energético e reforçando nosso escudo protetor. Mas se, ao contrário, estivermos em um dia ou numa fase ruim, fica bem mais difícil de acionar nosso mecanismo de defesa, e então começamos a ceder nossa energia, mesmo contra a vontade. O resultado disto é uma baixa energética que se reflete na exaustão, na dor de cabeça e na dificuldade em manter os olhos abertos (parece que eles pesam uma tonelada cada), e na sensação de que a energia vital se esvaiu - e foi isso mesmo que aconteceu!!!

Dicas para combater o vampirismo energético:

Tome um banho de sal grosso, alecrim e manjericão ao chegar em casa, mentalizando a limpeza e a reposição de sua energia vital. Modo de preparar: coloque um maço de alecrim e um de manjericão frescos, 1 colher de sopa de sal grosso num recipiente. Despeje 1 litro de água fervente por cima, tampe e deixe em infusão por cinco minutos e coe. Tome primeiro o seu banho habitual, e só após despeje sobre o corpo esta infusão. Não é preciso enxaguar. Se quiser tomar um banho de banheira, o que considero o ideal, acrescente a infusão à água do banho.

Faça diariamente uma prece ou meditação para reforçar este "escudo protetor".

Turmalina negra: no trabalho, coloque uma turmalina negra sobre sua mesa de trabalho, podendo inclusive funcionar como um peso para papéis. Em casa, coloque-a próxima à porta de entrada, ela tem a propriedade de absorver a energia negativa e manter o ambiente mais saudável em termos energéticos.

Óleo essencial de capim-limão: pingue de 6 a 8 gotas num difusor e desfrute de seu deliciosos aroma, enquanto ele faz uma limpeza energética no ambiente.

Florais indicados:

Sistema Floral de Bach - WALNUT

Sistema Floral de Saint Germain - ALLIUM+ SÃO MIGUEL

Sistema Floral de Minas - MILLEFOLIUM

Bons pensamentos trazem bons fluídos, não se esqueça disso!